Terça-feira, 14 de Dezembro de 2010
Tiago Moreira Ramalho

Não duvido que este meu texto possa, como escreve o Luís M. Jorge, ter problemas. Não me parece é que tenha os «problemas» que o Luís aponta.

Tocando no primeiro problema, eu não referi os que apoiavam o regime pois coloco-os num «saco» diferente daqueles que simplesmente «compactuavam», nas palavras do Luís M. Jorge. A conversa pseudo-heróica é bem catita muitos anos depois, mas os meus avós, que não eram, de todo em todo, fascistas, tinham filhos para criar e não é de forma leviana que se pega numa arma e se vai para o Terreiro do Paço matar gente. Manuel Alegre não quer saber se hostiliza e o Luís M. Jorge acha que está tudo bem. Não posso fazer nada além de lamentar a objectiva insensibilidade e lembrar que um candidato presidencial o é para todos os portugueses, pelo que não é, vá, simpático começar na campanha por afirmar o seu, arriscamos, ódio a uma parte deles.

Relativamente ao segundo problema, não discordo que os políticos se distingam pelas respectivas biografias, o que me parece é que o «facto», que se presume «politicamente relevante» trazido por Manuel Alegre para a campanha não me parece fundamental, atendendo à «desproblematização» do primeiro «problema» que o Luís M. Jorge aponta ao meu texto.

Já no que ao terceiro problema diz respeito, parece-me que não é problema de todo. Aliás, o Luís M. Jorge até parece concordar comigo – é um franco aborrecimento que nos impinjam esse tipo de coisas diariamente. Eu disse que não apreciava a conversa alegrista, mas em momento algum disse gostar da apologia cavaqueira.

Terminando, que é tempo, com o quarto problema, optamos por remeter, novamente, para a «desproblematização» do primeiro «problema». É que, afinal, isto anda tudo ligado e, apesar dos problemas, o raio dos textos tendem a ter um argumento, mesmo que dos mauzinhos, lá por baixo.

Quanto às opções de voto, o Luís M. Jorge devia, para usar uma expressão do Maradona, estar mais atento à minha obra. É que, ó Luís, aqui o problemático já disse cobras e lagartos do candidato cuja «pulsão hagiográfica» o «repugna».


1 comentário:
De caramelo a 14 de Dezembro de 2010 às 17:35
Tiago, isto da politica é uma coisa tramada, uma guerra danada, e não convém meter os nossos avôs nisto. Cada um fazia o que podia para sustentar os filhos e seguir com a vidinha nesses tempos difíceis, que é assim mesmo, apoiando, ou conpactuando com o regime. Você vê alguma diferença substancial nisso? Qual a diferença entre dizer eu apoio este regime e eu não tenho nada contra este regime? O regime, pelo menos, não via grande diferença e para atestado de bom comportamento, bastava o segundo. E que importa isso? Acontece que o Cavaco não é candidato a meu avô (já vai tarde), é sim candidato a presidente, que é menos do que ser meu avô, coisa que, estranhamente, não é reconhecido por uma parte considerável da população. O Cavaco disse que não se importava que o regime fosse assim? Agora, aguente-se à bronca. Ele que se tivesse ficado por ser avô. O Alegre não lhe está a fazer um ataque pessoal, apenas a jogar as regras do jogo.


Comentar post

autores

Bruno Vieira Amaral

Priscila Rêgo

Rui Passos Rocha

Tiago Moreira Ramalho

Vasco M. Barreto

comentários recentes
Great post, Your article shows tells me you must h...
You’ve made some really good points there.I looked...
دردشة سعودي ون (http://www.saudione.org/) سعودي و...
شات فلسطين (http://www.chat-palestine.com/) دردشة ...
http://www.chat-palestine.com/ title="شات فلس...
شات فلسطين (http://www.chat-palestine.com/) دردشة ...
كلمات اغنية مين اثر عليك (http://firstlyrics.blogs...
o que me apetecia ter escrito. mas nao o faria mel...
good luck my bro you have Agraet website
resto 5resto ya 5waga
posts mais comentados
125 comentários
114 comentários
53 comentários
arquivo

Fevereiro 2013

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

links
subscrever feeds