Quarta-feira, 22 de Dezembro de 2010
Tiago Moreira Ramalho

O Salário Mínimo, mais que um problema económico, que o João Miranda faz o favor de enunciar nos termos certos, é um problema de Política. Daquela a sério. Leva-nos a pensar no significado da liberdade contratual, o qual parece bastante flexível porquanto o Estado diz, sim, são livres de contratualizar, mas calma lá. E podem vir todos pimpões dizer que este não é caso único, que não me fazem cair uma pestana – um princípio violado muitas vezes não deixa de ser um princípio. Leva-nos, também, a pensar na forma como o Estado se julga competente para dizer à população qual é a forma digna de viver, o patamar mínimo merecedor de respeito – em Portugal, pelos vistos, a vida com dignidade surge aos quinhentos euros mensais por membro activo do agregado familiar. Claro que aqueles que trabalham por conta própria, na sua tensão empregador-empregado, esquizofrenia poderosa, deveriam ser processados caso não gerassem tal rendimento. Afinal, os trabalhadores não podem ser explorados – nem por si próprios. E, por fim, é uma máscara. O Salário Mínimo é a máscara que faz com que os salários de um país não tenham uma distribuição normal, mas sim uma aberração de cauda levantada na base. Uma máscara que funciona de jeito igual às toneladas de subsídios sociais (estes, confesso, fazem-me menos comichão que o Salário Mínimo). É muito mais fácil impor por decreto o fim da pobreza que criar os decretos necessários para que ela finde naturalmente ou para que pelo menos se reduza de forma sustentável. E, afinal, para quê estarmo-nos para aqui a cansar?


5 comentários:
De Carlos Laia a 22 de Dezembro de 2010 às 14:48
...ou como se o mundo tivesse que "encaixar" à força nas teorias económicas (e o que é "distribuição normal" neste contexto? é no sentido estatístico - curva de Gauss - ou outro?). A aberração é a cauda levantada na base, não o facto da cauda ser, enfim, decaída na base.
Como o pior indicador neste país, por muito que isso desagrade a muitos, não é a fraca taxa de crescimento do PIB, não é dívida pública, nem a divida externa, nem o desemprego, mas sim as desigualdades sociais, o salário mínimo é um dos mínimos que os governos podem fazer para combater esse flagelo.


De jo a 22 de Dezembro de 2010 às 16:13
Se os salários tivessem uma distribuição normal então ou teriam um valor máximo limitado ao dobro do salário médio ou existiriam salários negativos.
Os modelos matemáticos são apenas modelos e não se aplicam geralmente me condições de fronteira.


De manuel gouveia a 22 de Dezembro de 2010 às 16:54
No teu entender o mercado livre, pagando ordenados a seu bel-prazer seria melhor... desde que isso não afectasse o teu ordenado, presumo.


De Renato a 22 de Dezembro de 2010 às 17:43
Tiago, isso é terrivel, tem toda a razão. Já viu que o Estado até regula a higiene e segurança do trabalho? E até regula as férias que devem, ou não devem ter, descansos semanais, seguros de trabalho, impôe descontos para a segurança social, etc.. Está claro que regular relações entre homens livres, gentleman, é uma afronta, uma ousadia. Vamos todos viver para a Eritreia, que aí vigora o princípio da absoluta liberdade contratual. O trabalhador, perdão, o colaborador (é assim que se deve dizer agora), quer ser escravo do patrão, perdão, do gestor? Ora pois, o Estado não se mete. Aliás, não se mete em lugar nenhum.


De Sara a 4 de Janeiro de 2011 às 14:00
Concordo em absoluto com este post.
Aliás, eu também defendo o regresso à escravatura.


Comentar post

autores

Bruno Vieira Amaral

Priscila Rêgo

Rui Passos Rocha

Tiago Moreira Ramalho

Vasco M. Barreto

comentários recentes
Great post, Your article shows tells me you must h...
You’ve made some really good points there.I looked...
دردشة سعودي ون (http://www.saudione.org/) سعودي و...
شات فلسطين (http://www.chat-palestine.com/) دردشة ...
http://www.chat-palestine.com/ title="شات فلس...
شات فلسطين (http://www.chat-palestine.com/) دردشة ...
كلمات اغنية مين اثر عليك (http://firstlyrics.blogs...
o que me apetecia ter escrito. mas nao o faria mel...
good luck my bro you have Agraet website
resto 5resto ya 5waga
posts mais comentados
125 comentários
114 comentários
53 comentários
arquivo

Fevereiro 2013

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

links
subscrever feeds