Segunda-feira, 27 de Dezembro de 2010
Bruno Vieira Amaral

Não vejo muita televisão, mas, impelido por uma força exterior ignota, não resisto a uma co-produção, sobretudo se for europeia. Quem não fica com água na boca ao imaginar o resultado dos esforços conjuntos dos melhores sonoplastas húngaros, das mais competentes maquilhadoras romenas e dos rigorosos produtores austríacos? Ainda melhor é quando juntam actores que não falam a mesma língua, numa Babel caótica e colada com o esperanto da dobragem. O elenco pode incluir Hans Morgenstern, Eva Kňồsèc e João Lagarto, numa sucessão multicultural de estrelas desconhecidas. Lá pelo meio, um nome reconhecível, capaz de por si só justificar a expressão “à frente de um elenco de luxo”. Era esse o papel de Omar Shariff em séries da RAI, como Pavilhões Distantes. No caso de Os Pilares da Terra, mini-série de co-produção germano-canadiana (é favor evitar piadas bélicas), o credor de prestígio é Donald Sutherland. Baseada no portentoso romance de Ken Follett, que eu, há coisa de cinco anos, não li, a série acompanha Tom, o Construtor, um antepassado do Bob, que tem a pancada de construir uma catedral. Houve um momento em que tremi de emoção benfiquista, quando Tom, ao apresentar o seu projecto ao prior, fala de uma catedral de luz e eu percebi A Catedral da Luz. Para quem não sabe, a história passa-se na Idade Média, com gente muito miserável e andrajosa (mas de dentição perfeita), monarcas pérfidos e monges sodomitas. Há envenenamentos e incêndios em mosteiros, mas quem pensar em O Nome da Rosa cheira mal. No final do episódio de ontem, havia boas perspectivas para se iniciar a construção da catedral, que deverá terminar, não sem centenas de peripécias emocionantes, lá para o oitavo e último episódio.


1 comentário:
De José António Abreu a 29 de Dezembro de 2010 às 10:59
Não vi. Sou sportinguista (não há mal que não me atinja), pelo que não percebo o encanto da «Catedral da Luz». E também não li este Follett. Mas, há mais de duas décadas, li vários outros (à época, eu devorava Folletts, Forsythes e Ludlums, já para não falar de Robbins e Wallaces) e também vi o filme baseado em Eye of the Needle, o primeiro livro que ele escreveu, onde uma carente Kate Nelligan (uma possível definição de pecado é permitir que alguém como a Kate Nelligan do final da década de setenta e início da de oitenta esteja carente) vivendo numa ilha do norte da Bretanha se envolvia com um espião alemão interpretado por - tchan, tchan - Donald Sutherland. Um livro de qualidade aceitável e um filme bastante agradável, por sinal.

(Havia um ponto qualquer muito importante subjacente a este comentário, uma espécie de epifania extraída da relação entre Donald Sutherland e os livros de Follett, mas enquanto o escrevia varreu-se-me da memória. Deve ter sido de pensar na Kate Nelligan. Bom, quando as mudanças são para melhor não há outra coisa a fazer senão agradecer e seguir em frente.)


Comentar post

autores

Bruno Vieira Amaral

Priscila Rêgo

Rui Passos Rocha

Tiago Moreira Ramalho

Vasco M. Barreto

comentários recentes
Great post, Your article shows tells me you must h...
You’ve made some really good points there.I looked...
دردشة سعودي ون (http://www.saudione.org/) سعودي و...
شات فلسطين (http://www.chat-palestine.com/) دردشة ...
http://www.chat-palestine.com/ title="شات فلس...
شات فلسطين (http://www.chat-palestine.com/) دردشة ...
كلمات اغنية مين اثر عليك (http://firstlyrics.blogs...
o que me apetecia ter escrito. mas nao o faria mel...
good luck my bro you have Agraet website
resto 5resto ya 5waga
posts mais comentados
125 comentários
114 comentários
53 comentários
arquivo

Fevereiro 2013

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

links
subscrever feeds