Quarta-feira, 7 de Setembro de 2011
Tiago Moreira Ramalho

A Shyznogud faz uma interpretação algo, digamos, ‘livre’ das palavras de Vítor Gaspar. Porque se é certo que tudo o que cita está na entrevista dada, o problema são aqueles ‘(…)’, já para não dizer o que está atrás e o que está depois. Ora vamos lá analisar cuidadosamente o que disse o Ministro das Finanças ao Público, através da leitura integral da resposta:

 

O que pensa quando ouve as críticas que têm sido feitas, mesmo por membros dos partidos que formam o Governo, à vossa decisão de aumentar impostos e à inexistência de anúncios do lado da despesa?

Tem de se começar por reconhecer que é fundamentalmente diferente anunciar medidas de corte de despesa e efectivar cortes de despesa. O Programa de Ajustamento Económico e Financeiro (PAEF) parte do Orçamento de Estado (OE) para 2011. E esse OE de 2011, em conjunto com os documentos de execução que o acompanham e alguma medidas tomadas na

Primavera de 2011, dá lugar a um ajustamento previsto de 5,7% do PIB e, desses 5,7, o esforço está predominantemente do lado da despesa. Estamos a falar de 3,7% do lado da despesa. Isto corresponde a quase dois terços do esforço de ajustamento. Estes cortes na despesa estão a ser realizados e verificam-se mês após mês. Em 2011, há cortes de despesa todos os meses. E esta diminuição da despesa pública contrasta com o crescimento verificado em anos anteriores. Entre 2007 e 2010, a despesa total das administrações públicas cresceu mais do que seis pontos percentuais do PIB e ultrapassou em 2010 os 50% do PIB.

 

Fazendo uma pequena ficha de leitura ao pequeno mas pelos vistos quase impenetrável texto, quando o ministro acentua as diferenças entre anúncio e efectivação, não está a dizer que anuncia e não faz. Pelo contrário. Está a afirmar que a não existência de um anúncio não significa necessariamente a não existência de uma acção. Aceito que estejamos todos um pouco fechados no modelo antigo, em que se julgava que o anúncio público era por si só um acto performativo, mas algumas coisas mudaram nos últimos tempos.

Podemos atacar políticas, podemos atacar opções, podemos atacar curricula, se necessário. E neste momento, há muitas políticas, muitas opções e muitos curricula passíveis de, pelo menos, cuidadosa análise. Facto que me leva a espantar-me com a necessidade de criar, num processo próximo do artístico, matéria de discussão que à primeira leitura se revela confrangedoramente básica.


2 comentários:
De Anónimo a 7 de Setembro de 2011 às 23:04
"...o anúncio público era por si só um acto performativo...", como criatividade não está mal.
O problema é que o sumo está na citação da Shyznogud. E quando o sonsinho do Gaspar a enfeita com justificações que cheiram a bolor está a fazer o jogo do costume: tomar-nos por parvos.

Back to the basics é bom.


De iupi a 8 de Setembro de 2011 às 12:38
não pode anúnciar cortes porque de facto ele não fez qualquer 'corte'.
honestamente diz que estão a ser realizados cortes, mas já previstos no OE 2011 e decorrentes de medidas tomadas na 'primavera 2011' - ainda o srº não era ministro.

lá estamos: as novidades dele são nas receitas...


Comentar post

autores

Bruno Vieira Amaral

Priscila Rêgo

Rui Passos Rocha

Tiago Moreira Ramalho

Vasco M. Barreto

comentários recentes
Great post, Your article shows tells me you must h...
You’ve made some really good points there.I looked...
دردشة سعودي ون (http://www.saudione.org/) سعودي و...
شات فلسطين (http://www.chat-palestine.com/) دردشة ...
http://www.chat-palestine.com/ title="شات فلس...
شات فلسطين (http://www.chat-palestine.com/) دردشة ...
كلمات اغنية مين اثر عليك (http://firstlyrics.blogs...
o que me apetecia ter escrito. mas nao o faria mel...
good luck my bro you have Agraet website
resto 5resto ya 5waga
posts mais comentados
125 comentários
114 comentários
53 comentários
arquivo

Fevereiro 2013

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

links
subscrever feeds