Quinta-feira, 10 de Novembro de 2011
Priscila Rêgo

Imagine-se dois agricultores, cada um com uma plantação de 10 hectares. O primeiro cultiva, durante um ano, os primeiros nove hectares e deixa o último por cultivar. O segundo cultiva, no mesmo período de tempo, metade de todos os hectares. Fará algum sentido dizer que o segundo agricultor trabalha mais do que o primeiro, só porque consegue cultivar uma fracção maior do último hectare?

 

Não. O que é relevante para apurar a verdadeira quantidade de trabalho é a área total cultivada - independentemente da forma como o cultivo se distribui pelos vários hectares. Apesar de conseguir cultivar metade do último hectare, o segundo agricultor cultiva apenas cinco hectares por ano. Trabalha menos do que o primeiro, que cultiva nove por ano.

 

Isto parece simples. E é. Mas então por que é que há tanta gente a falar do número de feriados? O que conta efectivamente são as horas trabalhadas anualmente. Este indicador consolida num único valor todas as dimensões do esforço laboral: dias de feriados e de férias (legais), horário de trabalho (efectivo), dispensas e outro tipo de borlas. Entreguemo-nos de novo àquela actividade arriscada, pouco recomendável e heterodoxa que é olhar para os números em vez de lançar palpites, e o que descobrimos? Que Portugal já é um dos países europeus onde mais se trabalha (segundo a OCDE).

 

A redução do número de feriados pode fazer sentido se a produção que se perde for superior à produção média diária (o que não me parece uma hipótese estapafúrdia, se levarmos em conta que as interrupções de trabalho semanais podem "arrefecer o motor da máquina" - vejam este post o Fernando Alexandre). Mas isso também pode ser apenas uma justificação para que transforme alguns dos feriados em férias e se lubrifique o processo. Se a ideia é começarmos subir no ranking da produção através das horas trabalhadas, então pelo menos que se diga que estamos na liga dos burros de carga.

 

 

 

 


13 comentários:
De jj.amarante a 10 de Novembro de 2011 às 01:46
E caminhando para o beco sem saída, uma semana tem 168 horas e o organismo humano precisa de dormir.


De Exilado no Mundo a 10 de Novembro de 2011 às 09:20
A julgar pela capacidade demonstrada por quem nos governa, julgo mesmo que estamos nessa tal liga!


De Luís Lavoura a 10 de Novembro de 2011 às 09:41
uma justificação para que transforme alguns dos feriados em férias

Essa seria a solução ótima, porque permitiria aumentar a liberdade religiosa (e a liberdade em geral). As pessoas não católicas passariam a dispôr de dias de férias extra para celebrar os seus dias santos, sem qualquer perda para as católicas, que disporiam exatamente dos mesmos dias extra.


De Miguel Madeira a 10 de Novembro de 2011 às 11:56
Em rigor não, porque (penso) apenas 20% das pessoas podem meter férias num dado dia - ou seja, se os católicos forem para aí 90% da população, temos que uns 7 em cada 9 católicos teriam que trabalhar no dia de Corpo de Deus.


De Luís Lavoura a 10 de Novembro de 2011 às 12:05
É uma objeção válida.

Mas os católicos observantes não são 90% da população. Serão para aí uns 25% da população. Em certas regiões do país são mais, claro. Mas, mesmo para um católico observante, não é evidente que seja uma obrigação religiosa não trabalhar em alguns dos dias que atualmente são feriados.

Mas é um argumento válido para manter o dia de Todos os Santos (1 de novembro) como feriado, porque esse é um dia que muita gente deseja guardar..


De Miguel Madeira a 10 de Novembro de 2011 às 14:15
Os únicos feriados reais em Portugal:

1 de Novembro
Natal
Ano Novo
Carnaval (não é formal, mas é real)
Quadra Pascal
25 de Abril
1º de Maio
13 de Junho (em Lisboa; mas não o 11 de Dezembro em Portimão - nos outros municipios é caso a caso)

Os outros ninguém liga nada (duas meias excepções - 5 de Outubro e 10 de Junho, que não dizem nada a quase ninguém, mas dizem muito a pequenas minorias)


De Luís Lavoura a 10 de Novembro de 2011 às 09:43
estamos na liga dos burros de carga

É exatamente isso que o atual governo pensa, como é transparente na decisão de (permitir) aumentar em meia hora por dia (um aumento de 6%) o horário de trabalho.

Um governo que assim pensa só pode ser um governo de burros.


De FNV a 10 de Novembro de 2011 às 11:11
Sempre brilhante, Priscila.
Não fique tanto tempo sem escrever, é a minha explicadora de economia.


De manuel.m a 10 de Novembro de 2011 às 17:06
A pregar desta maneira em breve será "Priscilla,Queen of the Desert" (Palace Theater,Shaftsbury Av. London).Toda a gente sabe que a produtividade não se aumenta por decreto ,mas faz-se o que se pode eliminando feriados,pontes ,punindo o absentismo ,as "baixas" fraudulentas ,etc.
Os Portugueses trabalham como burros de carga ?
Oh dear , you live in cloud cuckoo land !


De Miguel Madeira a 10 de Novembro de 2011 às 20:14
Mas qual é exactamente o problema que toda a gente parece ter com as pontes?


De PR a 10 de Novembro de 2011 às 22:09
É, e nem precisa de parar por aí. Pode "fazer o que se pode" eliminando as férias, os sábados, os domingos e começar a trabalhar de sol a sol.


De Alexandra a 11 de Novembro de 2011 às 13:57
A OCDE pode dizer que trabalhamos imenso (estamos muitas horas no trabalho) mas o resultado, a produção real não se compara à do resto da Europa... é a indispensável discussão sobre os jogos da bola à segunda, ou agora quase todos os dias; o picar do ponto e ligar o computador às 9h e sair para o peq-almoço entretanto, a consulta de rotina pela qual se espera horas, mais uma por uma doençazita, furúnculo ou cárie que apareceu e lá se vai mais uma manhã; um qualquer papel oficial necessário q implique passagem por Repartição Pública e mais uma manhã a não produzir... enfim é o ritmo por cá


De chat a 14 de Julho de 2014 às 20:20

شات مصريه (http://www.maasrya.com/)
منتدي صور مصريه (http://www.maasrya.com/vb)
منتدي صور (http://www.maasrya.com/vb)
منتديات مصريه (http://www.maasrya.com/vb)


Comentar post

autores

Bruno Vieira Amaral

Priscila Rêgo

Rui Passos Rocha

Tiago Moreira Ramalho

Vasco M. Barreto

comentários recentes
Great post, Your article shows tells me you must h...
You’ve made some really good points there.I looked...
دردشة سعودي ون (http://www.saudione.org/) سعودي و...
شات فلسطين (http://www.chat-palestine.com/) دردشة ...
http://www.chat-palestine.com/ title="شات فلس...
شات فلسطين (http://www.chat-palestine.com/) دردشة ...
كلمات اغنية مين اثر عليك (http://firstlyrics.blogs...
o que me apetecia ter escrito. mas nao o faria mel...
good luck my bro you have Agraet website
resto 5resto ya 5waga
posts mais comentados
125 comentários
114 comentários
53 comentários
arquivo

Fevereiro 2013

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

links
subscrever feeds