Quinta-feira, 1 de Dezembro de 2011
Tiago Moreira Ramalho

O principal problema é quando o analista económico olha para todos os agentes como agentes racionais excepto no caso do mais relevante de todos os agentes: o Estado. Claro que o Estado pode errar e que um erro do Estado é mais grave que qualquer erro individual. Mas isso não é um exclusivo do gorducho Leviatã. A economia comportamental anda por aí a pavonear-se gozando com a ideia de racionalidade absoluta nos agentes individuais.

O Estado é apenas mais uma manifestação da ‘ordem espontânea’. Não foi Deus que trouxe ao Homem a organização política. Não houve um fiat lux poderosamente tirânico que levou os homens a submeter-se a um jugo colectivo. Há verdadeiros benefícios económicos na organização política, quando inteligente. Negar isso é negar fundamentos básicos da ciência.


4 comentários:
De Luís Lavoura a 2 de Dezembro de 2011 às 11:29
O Estado é apenas mais uma manifestação da ‘ordem espontânea’.

O Estado não é nada espontâneo, aliás a implantação dos Estados na Europa fez-se à custa de guerras brutais e a imposição do modelo de Estados fora da Europa também está a ser muito custosa.

Dito isto, eu diria que todo o conceito de `ordem espontânea' é um perfeito disparate, pelo menos na nossa cultura. Na nossa cultura não há ordem espontânea nenhuma.

Imagine-se uma escola secundária portuguesa antes da proibição absoluta do tabaco nos locais de trabalho. Os professores têm que decidir entre si se é permitido ou proibido fumar na sala de professores. Que decidem eles? A resposta, comprovada em milhentas escolas por esse país fora, é: não decidem nada. Uns professores fumam e os outros protestam, e nunca chegam a nenhum acordo.

Em Portugal, sem autoridade jamais há ordem.


De Miguel Madeira a 2 de Dezembro de 2011 às 17:38
Acho que isso depende muito do que entendermos por "espontâneo":

http://ventosueste.blogspot.com/2008/05/ordem-espontnea.html

E, de qualquer maneira, o exemplo que o LL dá é o perfeito exemplo de "ordem espontânea" - ninguém decide nem planeia nada, mas, mesmo assim, um determinada ordem emerge (sendo essa ordem "pode-se fumar na sala de professores").


De Luís Lavoura a 5 de Dezembro de 2011 às 09:17
Não, porque uma ordem (espontânea ou não) é um sistema que as pessoas aceitam naturalmente e consideram estar bem arquitetado. Não é um sistema que, continuadamente, desagrada a muitas pessoas e muitas pessoas contestam.


De Miguel Madeira a 5 de Dezembro de 2011 às 09:32
Não, não é.


Comentar post

autores

Bruno Vieira Amaral

Priscila Rêgo

Rui Passos Rocha

Tiago Moreira Ramalho

Vasco M. Barreto

comentários recentes
Great post, Your article shows tells me you must h...
You’ve made some really good points there.I looked...
دردشة سعودي ون (http://www.saudione.org/) سعودي و...
شات فلسطين (http://www.chat-palestine.com/) دردشة ...
http://www.chat-palestine.com/ title="شات فلس...
شات فلسطين (http://www.chat-palestine.com/) دردشة ...
كلمات اغنية مين اثر عليك (http://firstlyrics.blogs...
o que me apetecia ter escrito. mas nao o faria mel...
good luck my bro you have Agraet website
resto 5resto ya 5waga
posts mais comentados
125 comentários
114 comentários
53 comentários
arquivo

Fevereiro 2013

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

links
subscrever feeds