Segunda-feira, 12 de Dezembro de 2011
Rui Passos Rocha

Apesar de tudo, não parece que a sociedade de consumo esteja «em iminente desaparecimento», como acredita Bernard Stiegler [1] - que deve estar acompanhado por muitos outros. Mas isso não faz com que tudo esteja bem, inclusive em aspectos que não são muito debatidos.

 

Vamos lendo e ouvindo que desde que o neoliberalismo chegou ao poder não houve apenas crescimento económico, mas também um aumento da desigualdade de rendimentos - chegando mesmo a reduzir o salário médio nos escalões mais baixos enquanto aumentava exponencialmente os rendimentos dos mais ricos.

 

O que não lemos tanto, ou não lemos de todo (falo por mim, até há relativamente pouco tempo), é que desde o início da década de 80 e até ao virar do século a percentagem de pessoas com doenças mentais quase duplicou no Reino Unido, nos Estados Unidos e na Austrália. Actualmente, entre os países do Ocidente são os países de língua inglesa que têm maior incidência deste tipo de doenças [2].

 

Isto é relevante, mas não torna «claro» que o «capitalismo egoísta, muito mais do que os genes, é extremamente mau para a nossa saúde mental», como defende o psicólogo marxista Oliver James (afinal, nos outros países europeus o aumento da incidência de doenças mentais foi bastante menor). Nem muito menos se extrai daí a certeza de que «altos níveis de doenças mentais são essenciais para o Capitalismo Egoísta, porque pessoas necessitadas e miseráveis tornam-se ávidos consumidores e podem mais facilmente ser workaholics competitivos e perfeccionistas» [2].

 

Uma das coisas que se sabem, contudo, é que as pessoas com um maior número de créditos bancários tendem a ter mais doenças mentais [3]:

 

 

Isto é interessante, mas não significa necessariamente que o maior consumismo faça mal à saúde mental. Por si só, o que parece dizer é que aqueles que recorrem ao crédito para consumir incorrem em encargos financeiros que lhes pesam a ponto de poderem resultar em doenças mentais.


9 comentários:
De jj.amarante a 13 de Dezembro de 2011 às 01:33
Portanto, ter dívidas faz mal à tola. E se um País tiver dívidas, também ficará maluco e correrá o risco de eleger um governo menos apropriado para a função?


De Anónimo a 13 de Dezembro de 2011 às 12:05
E o efeito contrário - quem contrai mais dívidas é quem tem mais problemas de saúde mental à partida?


De RPR a 13 de Dezembro de 2011 às 12:12
Não sei que problemas de saúde está a imaginar, mas parece-me consensual que os problemas mentais após a contracção de dívidas sejam sobretudo devidos à ansiedade causada pela obrigatoriedade de as pagar. Não creio que a pouca racionalidade de alguém que contrai empréstimos sucessivos para os pagar uns aos outros, porque não tem rendimentos suficientes para o fazer, seja um "problema de saúde".


De Manolo Heredia a 13 de Dezembro de 2011 às 20:19
Os doentes de Asperger têm tendência para se endividarem até ao colapso!


De RPR a 13 de Dezembro de 2011 às 21:45
Isso deveria ser regulamentado. Um autista deveria apenas poder contrair empréstimos na presença de alguém que se responsabilizasse em seu nome.


De Miguel Madeira a 13 de Dezembro de 2011 às 22:17
Por outro lado, suspeito (sem ter feito nenhum estudo sobre o assunto) que os doentes de "perturbação da personalidade esquizóide" se endividem pouco (já que o seu estilo de vida reclusivo e passado essencialmente "dentro da sua cabeça" não deve dar muitas oportunidades para gastar dinheiro). O mesmo para os doentes de "perturbação da personalidade esquiva" (a esses factores, juntar insegurança e medo de correr riscos)

Ou seja, no global é de esperar que, com umas doenças mentais a puxar para cima e outras para baixo, que ter uma doença mental afecte pouco o endividamento.


De Miguel Madeira a 13 de Dezembro de 2011 às 13:35
Uma hipotese alternativa é que "consumismo" signifique, não apenas tendência a "consumir" carros, roupas e electródomesticos, mas também psicólogos e psiquiatras; ou seja, numa sociedade consumista as pessoas terão mais tendência para consultar um "especialista" quando têm algum problema - tal como têm mais tendência para irem comprar um leitor de CDs novo quando o actual tem algum problema - logo uma maior probabilidade de serem diagnosticados com qualquer coisa.

Um ponto adicional (que pode ser um enorme disparate, já que estou a entrar numa área que não domino) - nos EUA as doenças mentais são diagnosticadas seguindo um manual da Associação de Psiquiatria Americana; no resto do mundo é suposto seguir-se uma lista da Organização Mundial de Saúde (creio que há doenças que aparecem num mas não noutro, e por vezes as mesmas doenças são descritas de maneira diferente) - isso não interferirá com comparações internacionais entre os EUA e o resto do mundo (já que não estaremos a lidar com valores totalmente compatíveis)?


De Miguel Madeira a 13 de Dezembro de 2011 às 22:25
Já agora, um artigo que pode ser interessante para a discussão - sobre os traços de personalidade das pessoas com bons e maus "ratings" de crédito

http://moneyland.time.com/2011/11/07/nice-guys-credit-scores-finish-last/

[Quando o estudo mesmo sair, talvez permita elucidar o perfil psicológico do endividado vs. o do não-endividado]


De chat a 14 de Julho de 2014 às 17:47

شات مصريه (http://www.maasrya.com/)
منتدي صور مصريه (http://www.maasrya.com/vb)
منتدي صور (http://www.maasrya.com/vb)
منتديات مصريه (http://www.maasrya.com/vb)


Comentar post

autores

Bruno Vieira Amaral

Priscila Rêgo

Rui Passos Rocha

Tiago Moreira Ramalho

Vasco M. Barreto

comentários recentes
Great post, Your article shows tells me you must h...
You’ve made some really good points there.I looked...
دردشة سعودي ون (http://www.saudione.org/) سعودي و...
شات فلسطين (http://www.chat-palestine.com/) دردشة ...
http://www.chat-palestine.com/ title="شات فلس...
شات فلسطين (http://www.chat-palestine.com/) دردشة ...
كلمات اغنية مين اثر عليك (http://firstlyrics.blogs...
o que me apetecia ter escrito. mas nao o faria mel...
good luck my bro you have Agraet website
resto 5resto ya 5waga
posts mais comentados
125 comentários
114 comentários
53 comentários
arquivo

Fevereiro 2013

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

links
subscrever feeds