Terça-feira, 3 de Janeiro de 2012
Tiago Moreira Ramalho

Ao decidir transferir os capitais da sua empresa para a Holanda, Alexandre Soares dos Santos parece ter comprado o ódio generalizado das «elites esclarecidas». Lideradas por Nicolau Santos, autor de colunas de opinião invejáveis (invejáveis!), as almas indignadas atacam o homem que agora não pagará impostos em Portugal. Este homem que não é patriota, que é um Judas televisivo, que é, se nos permitíssemos tanto, um pulha.

Pois tudo isto consiste num conjunto de erros de facto ou erros de análise. Com a transferência, a única coisa que não paga impostos é a empresa em questão – uma empresa detentora de capitais financeiros que recebe coisa de 50% dos dividendos da Jerónimo Martins. A Jerónimo Martins continua a pagar todos os necessários impostos – IVA, IRC e restante molhada. Os Pingos Doces ainda são da gente, malta, ainda nos pagam impostos. Isto para não referir (referindo) a quantidade de empregos que a Jerónimo Martins mantém em Portugal, coisa muito contra a pátria que esse Soares dos Santos, o malandro, anda a fazer.

Agora a ética. Ai, como gostamos de mandar uma laracha ética, uma pequena chapadinha de moralismo. Este Judas, que vinha para a televisão mandar bitaites, agora furta-se ao imposto bom que Portugal cobra. Não contribui, o maldito. O que Soares dos Santos fez foi uma decisão perfeitamente banal nos mercados: arranjou o seu portfolio de maneira a ter os melhores resultados. A elite indignada, em vez de atacar quem toma decisões acertadas, devia ajudar a perceber porque é que as decisões acertadas não passam por aqui. Nem para o Soares dos Santos, nem para qualquer pessoa que queira ter uma vida decente. Olhemos para esses milhares de jovens trabalhadores, investigadores e empreendedores que se vendem ao monstro estrangeiro, gente sem pátria nem honra, nem ética. É isso, não é?


18 comentários:
De Miguel Madeira a 3 de Janeiro de 2012 às 15:52
De qualquer forma, vai passar a pagar menos impostos em Portugal, não?


De Tiago Moreira Ramalho a 3 de Janeiro de 2012 às 16:49
Vai. No entanto, o Miguel sabe perfeitamente que quando dizem publicamente que vai deixar de pagar impostos estão a manipular informação. O grosso da receita fiscal proveniente das actividades pelas quais Soares dos Santos é responsável ficará cá. A receita devida aos dividendos é uma gota de água no meio daquilo tudo. Além de ser idiota acusá-lo de falta de ética. Optar pela pior solução não é ético - é estúpido.


De Grevista do sector privado a 3 de Janeiro de 2012 às 16:56
Se o ganho é irrisório não percebo a mudança. Ainda para mais quando o gestor multimilionário em causa sabia muito bem que esta questão levantaria alguma polémica, e até pode funcionar como mau marketing para a marca.

Apenas um acrescento. O grupo Jerónimo Martins não mantém empregos em Portugal por motivo de caridade. A empresa precisa de gente para facturar, quando poder robotizar tudo... robotiza, no interesse dos accionistas.

Depois o grupo JM tem sido, ao longo dos anos, um dos maiores importadores nacionais. Compra mais baratos, vende mais barato. E o que é aparentemente bom para todas as partes tem sido ruinoso para a economia nacional, que vê grande parte da produção agrícola destruída, por razões diversas, a maior parte das quais nem é da responsabilidade de quem se aproveita das regras do jogo para ganhar mais algum.

Por fim, e chame-me indignado à vontade (elite é que não, que não cumpro critério nenhum para entrar no grupo), comparar este caso com o de "milhares de jovens trabalhadores, investigadores e empreendedores que se vendem ao monstro estrangeiro" é pura e simplesmente arrasar a credibilidade do seu post.


De Tiago Moreira Ramalho a 4 de Janeiro de 2012 às 12:19
1. Não é o ganho que é irrisório. É o impacto dessa taxação em Portugal (que é 20% do ganho). É uma gota de água que não vale a tinta que anda a ser gasta nos jornais. Além de que o senhor não tem de perceber a decisão de Soares dos Santos - ele é um agente privado que não tem de prestar contas do que faz a ninguém, desde que se mantenha dentro da lei (coisa que fez).

2. Ninguém disse que era caridade. Mas os gestores do grupo Jerónimo Martins, ao fazerem o que fazem (seja qual for o propósito) fazem mais pelo país que o senhor ou eu.

3. Isso é uma barbaridade.

4. Não pode dizer que a credibilidade do meu post é arrasada apenas afirmando-o. Qual é, então, a diferença?


De Grevista do sector privado a 4 de Janeiro de 2012 às 14:15
1. Nenhum contribuinte, individual ou colectivo, isoladamente considerado será então significativo. E por isso, de acordo com a minha interpretação da lógica que aqui aplica, debater este ou aquele caso em concreto é um género de populismo. Não me parece um bom princípio, mas ok.

Não coloquei em causa a legalidade da mudança. Em todo o caso dizer-se que não temos de perceber as estratégias empresariais dos agentes privados é uma patetice absoluta. O seu post é, no fundo, e entre outros objectivos, uma interpretação da decisão do plutocrata.

2. Isso é uma barbaridade.

3. Não é não.

4. Uma coisa é um jovem investigador sair de Portugal porque pura e simplesmente não há investimento significativo em ciência, por muito que as estatísticas se esforcem por dizer o contrário. Ou porque tem uma proposta interessante, para ir mais longe no seu trabalho, ou ter um maior rendimento individual ou familiar. Outra coisa é uma deslocalização formal com fins exclusivamente fiscais. Comparar as duas coisas é, repito-o, arrasar a credibilidade do seu post.


De leitor a 3 de Janeiro de 2012 às 18:05
Se são só os impostos dos dividendos, para quê dar-se ao trabalho de mover para Holanda e gerar esta polémica?

O senhor apenas conseguiu mostrar a ganância pura e crua dos capitalistas. Aqui está a prova de que fazem tudo por ter mais um pouquinho de lucro final: baixos salários, comprar o mais barato mesmo que venha da cohinchina, e ir para um país fiscalmente mais vantajoso.

E se calhar não pensou nas consequências da sua ação, e de potenciais seguidores. Se o estado precisa, mais do que nunca, de receitas para equilibrar as contas, e a receita de impostos sobre dividendos prevista cai drasticamente, é preciso ir buscar a outro lado, ao povo, que fica com menos dinheiro para ir ao Pingo Doce. Isto para não falar numa possível saída do euro, que arrasaria com as grandes superfícies, que dependem das importações baratas.


De Tiago Moreira Ramalho a 4 de Janeiro de 2012 às 12:21
1. Porque sim. É uma decisão dele. Eu escolho mudar o meu dinheiro de um banco para o outro por diferenças pequenas em remunerações, por exemplo.

2. Sim. E o senhor, não faz tudo o que pode para ficar numa melhor situação?

3. Aí está a atacar uma decisão de gestão, pelos vistos. E se ele tiver errado em relação ao marketing ou whatever, é problema dele, não nosso.


De rosa a 3 de Janeiro de 2012 às 18:52
Você lá sabe, Tiago. Eu de ética/moral, só sei o suficiente para conseguir dormir bem de noite...mas se a memória não me falha, era o senhor (você) que falava da moral da economia )ou economia da moral?), quando P. Krugman , há tempo afirmava que moral e economia são coisas diferentes. Desculpe lá, mas deu-me saudades do pátio da escola, quando seria compreensível eu escrever :"quem diz, é quem é!" e deitar a língua de fora. :) ai que saudades! :)


De Tiago Moreira Ramalho a 4 de Janeiro de 2012 às 12:23
Rosa,

Para já eu nunca disse que faltava moral na Economia. Eu disse que a Economia é Moral. Isto é diferente. Além disso, não há contradição. Eu não acomodo uma decisão imoral no meu raciocínio. Eu penso que não há NADA de imoral no que Soares dos Santos fez. Absolutamente nada.


De RPR a 4 de Janeiro de 2012 às 10:52
O PSG do Negócios escreveu hoje sobre isto: http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=529417&pn=1


De Tiago Moreira Ramalho a 4 de Janeiro de 2012 às 12:30
Um senhor. E por acaso tenho de ver isso dos dividendos. Eu jurava que teriam de ser pagos. Fiscalidade, fiscalidade...


De Daniel João Santos a 4 de Janeiro de 2012 às 11:37
Não percebo. Se ele, conforme está aqui escrito, não vai ganhar nada com a mudança, não percebo porque se muda?


De Tiago Moreira Ramalho a 4 de Janeiro de 2012 às 12:24
Bom, relê. Parece-me a melhor solução.


De Daniel João Santos a 4 de Janeiro de 2012 às 17:33
não percebi. Queria é que me fosse explicado esse ponto para depois poder comentar as afirmações do senhor do Pingo Doce.


De Grevista do sector privado a 4 de Janeiro de 2012 às 14:25
Segundo o Tiago não temos de perceber.


De Grevista do sector privado a 4 de Janeiro de 2012 às 16:56
Ora recordemos o "roubo em números":

Desde o início do ano saíram do País para off-shores 6,6 milhões de euros por dia;

Em finais de 2009, entidades portuguesas tinham investidos em off-shores (incluindo-se aqui Holanda, Irlanda, Luxemburgo e Suíça) pelo menos 65 mil milhões de euros;

Das 20 empresas do PSI-20, 19* têm a sua sede fiscal na Holanda. São os casos, entre outros, da GALP, da PT ou da EDP;

Nos últimos 15 anos, Portugal transferiu para o exterior, em dividendos, juros e outros rendimentos, 51 mil milhões de euros;

Entre 1996 e 2010 só dois por cento do investimento estrangeiro foi afecto à criação de novos projectos ou empresas.


* a REN é excepção, por enquanto.


De Pedro a 4 de Janeiro de 2012 às 17:50
Os tais jovens têm pátria, honra e ética. Não têm é quem lhes permita fazer aqui a investigação. Mecenas, por exemplo... daqueles que lucram milhões, não é?
Há paises que têm a tradição de atrair. há outros que têm tradição de repelir. Em vez de "repelir", usemos o eufemismo de "ir pelo mundo fazer pela vida e levar o nome de Portugal".


De chat a 14 de Julho de 2014 às 17:38

شات مصريه (http://www.maasrya.com/)
منتدي صور مصريه (http://www.maasrya.com/vb)
منتدي صور (http://www.maasrya.com/vb)
منتديات مصريه (http://www.maasrya.com/vb)


Comentar post

autores

Bruno Vieira Amaral

Priscila Rêgo

Rui Passos Rocha

Tiago Moreira Ramalho

Vasco M. Barreto

comentários recentes
Great post, Your article shows tells me you must h...
You’ve made some really good points there.I looked...
دردشة سعودي ون (http://www.saudione.org/) سعودي و...
شات فلسطين (http://www.chat-palestine.com/) دردشة ...
http://www.chat-palestine.com/ title="شات فلس...
شات فلسطين (http://www.chat-palestine.com/) دردشة ...
كلمات اغنية مين اثر عليك (http://firstlyrics.blogs...
o que me apetecia ter escrito. mas nao o faria mel...
good luck my bro you have Agraet website
resto 5resto ya 5waga
posts mais comentados
125 comentários
114 comentários
53 comentários
arquivo

Fevereiro 2013

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

links
subscrever feeds