Quinta-feira, 26 de Janeiro de 2012
Vasco M. Barreto

Não leio a imprensa desportiva com a regularidade que provavelmente seria recomendada para a escrita desta entrada, mas tenho a intuição de que seria interessante uma tese de doutoramento - enfim, talvez apenas um mestrado - sobre o modo como a análise técnica do futebol publicada na imprensa e discutida na rádio e televisão evoluiu ao longo das últimas quatro ou cinco décadas, da sua complexidade intrínseca aos paralelos com as teorias de interpretação que foram aparecendo noutros domínios, o que implicaria um trabalho de mapeamento prévio para encontrar o Carlos Daniel e o Luís Freitas Lobo dos mil novecentos e sessentas (ou explicar as suas ausências), algum aparato estatístico, referências a Umberto Eco e a um qualquer dos franceses. A minha tese seria simples: caminhamos para a completa mistificação - e em vez de termos parado na metafísica, o que seria recomendável, entrámos já no domínio da pseudociência; mas isto pede à Epistemologia menos do que pede à Sociologia (pressão dos pares e subida da educação média dos apreciadores do fenómeno desportivo). Estas manifestações incluem os muito gozados barroquismos de gramática e lexicais dos intérpretes da bola (de Gabriel Alves a Rui Santos), mas é no modo como se vai pensando o futebol que atingimos o êxtase. E o excepcional futebol do FC barcelona dá-nos a melhor matéria-prima.

 

"No fundo, a pergunta básica da Filosofia (como a da psicanálise) é a mesma do romance policial: de quem é a culpa?", escreveu o Eco. Ora, nos últimos dias chegámos a um novo cúmulo interpretativo e, por causa de umas declarações de Pep Guardiola, o culpado está encontrado: é o Busquets. Ainda a estupefacção não assentara, já corria doutrina a explicar ao povo aquilo que ainda ninguém tinha visto ou a que não dera o devido valor (1,2). Não faço a menor ideia se o Busquets é o segredo do FC Barcelona. Não sei se Pep Guardiola disse o que disse por ser mais amigo da verdade ou do balneário. Mas suspeito que esta tese vinga porque é contra-intuitiva, o que faz com que o intérprete brilhe com indisfarçável ansiedade e orgulho. Estamos tão fartos do excepcional futebol do Barcelona como em tempos estivemos fartos do Serguei Bubka, mas como ainda estamos mais fartos das explicações (a Cantera, a identidade cultural, o baixo centro de gravidade do meio-campo, o Messi, o Iniesta, o Xavi - e todas as combinações com dois destes elementos), qualquer novo dado interpretativo entusiasma o adepto tanto como uma nova relíquia entusiasma o crente ou uma nova teoria entusiasma o jovem académico. Que venha então o Busquets. Amanhã será a perturbação electrostática que emana dos caracóis do Pujol. E depois será a sopa da mulher-a-dias do Piqué, que dá solidez à defesa porque tem propriedades calmantes. Dito isto, ontem gostei muito de ver o Ozil.

 

 

 


25 comentários:
De Luís Lavoura a 26 de Janeiro de 2012 às 09:50
indisfarsável ansiedade e orgulho. Estamos tão fartos do excepcional futebol

É interessante como se consegue cometer dois erros de ortografia numa só frase. Ainda por cima o segundo erro pretende engalanar a tradicional ortografia portuguesa, sem conseguir, porém, obfuscar a memória do erro que o antecedera meia dúzia de palavras atrás.

Bem diz o Paulo Portas que é preciso reforçar, reforçar muito, o ensino do Português e da Matemática.


De Luís Lavoura a 26 de Janeiro de 2012 às 09:51
Onde escrevi, por engano, "frase", leia-se "linha".


De jpm a 26 de Janeiro de 2012 às 10:38
Que seria de nós sem as máximas do Paulo Portas.


De Vasco M. Barreto a 26 de Janeiro de 2012 às 11:04
Costumo passar os textos no FLIP, mas desta vez o "indisfarsável" passou. As minhas desculpas aos leitores. Também agradeço ao Luís Lavoura por me deixar a pensar em qual terá sido o segundo erro de ortografia e por, generosamente, provando até ter relido o seu arriscado comentário depois de o publicar, me ter dado a oportunidade de lhe corrigir também o criativo "obfuscar". É assim que se diminui a tensão social e pode ser que algum assessor (nota mental: ver se só leva "s" antes de publicar) do Ministro Miguel Macedo leia o blog e se inspire. Enfim, não vou ao ponto de dizer que dou menos erros de ortografia por palavra escrita do que o Luís Lavoura, mas é um exercício complementar que sugiro, por se enquadrar bem na sugestão de reforçar o ensino do Português e da Matemática.


De Luís Lavoura a 26 de Janeiro de 2012 às 11:13
O segundo erro foi em "excepcional". Não tem p antes do c.


De Vasco M. Barreto a 26 de Janeiro de 2012 às 11:20
Não tem?


De joão viegas a 27 de Janeiro de 2012 às 10:25
Não interessa se tem ou se não tem. Os comentarios do Luis Lavoura apontam sempre dois erros, por sistema, uma vez que eles se destinam essencialmente a verificar a maxima segundo a qual não ha dois sem três...


De Bruno Vieira Amaral a 26 de Janeiro de 2012 às 10:06
Completamente de acordo. A teoria Busquets está na moda por ser contra-intuitiva. Podia ser a teoria do jogo de pés do Valdés (mas essa seria demasiado estúpida) ou a teoria do qualidade do Piqué na saída de bola (esta já mais sólida mas também mais óbvia). A escolha só podia recair no menos glamouroso, no mais anónimo, no mais invisível dos jogadores do Barça. Tornar visível essa invisibilidade, celebrar o pilar anónimo, cantar o unsung hero é coisa que dá um espectacular tesão hermenêutico aos comentadores. Isto para dizer que, objectivamente, o Busquets é uma merda, mas uma merda que serve enquanto argamassa para unir os génios que circulam à volta dele.


De jpm a 26 de Janeiro de 2012 às 10:37
Ora. como esta casa é plural, eu tendo a discordar convosco. Sem grande análise tecnico-táctica nem palavreado. Não sue o Guardiola disse aquilo para proteger o Busquets ou é mais uma daquelas jogadas que dizem em inglês que o Mourinho passa a vida a fazer.
Só dois argumentos relativamente simples:
1- Não há nenhum jogador no Real ou no Barça (nas equipas titulares) que não seja muito bom. Só isso explica que os gajos quebrem records como quebram.
2- O Busquets arrumou com o Mascherano que provavelmente teria lugar a trinco em qualquer equipa do mundo (talvez não no Bayern).
3- É tão contra-intuitiva a afirmação sobre o Busquets como é a mania que há agora de dizer que o jogo do Barça é aborrecido, previsivel, que só chegam onde chegam por causa dos árbitros. Eu, ao longo da minha vida, nunca vi uma equipa ser indiscutivelmente a melhor equipa do mundo durante tanto tempo.
4- Vasco, quanto a teses de doutoramento, acho que já vi algures papers sobre a circulação dos modelos VM ou WM, ou lá como se chamam a uma escala global. Não sei se isso vai de encontro a essa ideia de circulação de informação e "educação" do povo aficionado.


De Bruno Vieira Amaral a 26 de Janeiro de 2012 às 11:16
Tens razão. Todos os jogadores do Barça e do Real são muito bons. O próprio Busquets, sendo objectivamente uma merda, também é muito bom. O Mascherano, que também é muito bom, é outro que é uma grande merda. O Valdés, uma grande merda de guarda-redes, é excelente. O "Pedro Rodriguez", papel que podia ser desempenhado pelo Nolito ou, se ainda jogasse à bola, pelo Folha, é muito bom. Infelizmente, é uma merda.


De jpm a 26 de Janeiro de 2012 às 11:23
Exacto. Acabaste de me dar razão. Nolito, tá certo...


De Bruno Vieira Amaral a 26 de Janeiro de 2012 às 12:09
és sportinguista, não és? Então troca Nolito por qualquer médio do sporting com oito golos no campeonato ou, sugestão que ignoraste, pelo Folha. A minha teoria é a de que há jogadores do Barcelona que são dos melhores do mundo (Messi, Xavi, Iniesta, Daniel Alves) e seriam dos melhores do mundo em qualquer clube, embora beneficiem, como é natural, do jogo do Barcelona para o qual, note-se, contribuem muito. E depois há outros jogadores que, a exemplo de Guardiola, são os melhores jogadores do mundo do Barcelona, sendo o exemplo máximo o Busquets, que só poderá ser útil a uma equipa que jogue como o Barça. Como nenhuma equipa joga como o Barça, é deixá-lo estar onde está. Quanto ao Pedrito, desculpa lá, mas o rapaz não é um David Silva.


De PR a 26 de Janeiro de 2012 às 13:59
Também é a minha ideia. (Que até pode ser "testada" com recurso a uma experiência natural: basta ver como se saem estes jogadores nas respectivas selecções; e bate certo - Messi, Xavi e Iniesta titularíssimos, Busquetes e Pedro a aquecer o banco ou nem isso).

Dito isto, o "segredo" do Barça parece-me um modelo de jogo afinadíssimo, que continua a dar cartas quando falham dois ou três "craques" e que se torna insuperável quando estão as estrelas todas presentes. Mas, individualidade por individualidade, não será certamente a do Busquetes a fazer a diferença.

PS- Acerca da hegese dos comentadores escrevi isto há algum tempo: http://adoutaignorancia.blogs.sapo.pt/69690.html


De jpm a 26 de Janeiro de 2012 às 15:22
Não impliquei com o Nolito por ser do Benfica. Mas a verdade é que o Jeffren tinha mais jogos pelo Barcelona do que o Nolito. Qualquer um deles não chega nem perto do Pedro (como se atesta pelo facto de terem estado em competição directa com ele e terem ficado a aquecer o banco, saindo um de graça e outro por meia dúzia de patacos). O Pedro ser pior do que o Silva (e por isso não é titular da Espanha, apesar de no Mundial de 2010 ter começado como titular) não faz dele uma merda. Eu nem gosto muito do Pedro, mas parece-me indiscutível que um jogar com os números dele, no campeonato e na champions, não pode ser uma merda. Façamos a coisa desta forma, neste momento os únicos gajos em Portugal que teriam alguma hipótese de lutar pela titularidade em Barcelona seriam o Álvaro Pereira (em boa forma) e o Hulk. Isso faz com que até estes sejam merda, o que não me parece definitivamente o caso. Tanto o Pedro como o Mascherano como o Busquets seriam craques em qualquer equipa em Portugal. Não nego que o Xavi, o Iniesta e o Messi estejam noutro patamar. Mas isso equivale a dizer que quem não estiver num TOP 5 é merda. E isso de que uma equipa funciona com 3 ou 4 gajos, quando vemos que o Barcelona usa todos os seus jogadores nas manobras da equipa é mito. Não por acaso, os únicos gajos novos que entraram no Barça, e não são titulares indiscutíveis são só dois jogadores fenomenais. Se o Busquets é merda, o Rinaudo, o Javi Garcia ou o Fernando estão abaixo de merda, o que não me parece de todo o caso.


De Bruno Vieira Amaral a 26 de Janeiro de 2012 às 16:08
O merda não é em termos absolutos, mas em termos absolutamente pessoais. Se quiseres ir por aí, nenhum jogador profissional é uma merda. Certa vez, comentei com um gajo que jogava na II Divisão que um determinado jogador do Benfica era uma merda. O gajo levou aquilo a mal porque evidentemente eu não percebia nada do que era jogar futebol a sério. Mal comparado, será o mesmo que dizer que um jogador de ténis que ocupe o lugar 298 no ranking é uma merda. Na verdade, não é (mesmo para chegares a esse lugar já deixaste muitos gajos para trás), mas é (estás a ver a ideia?). Só não percebo porque é que o rinaudo, o javi garcia e o fernando têm de estar, por decreto, abaixo de merda. Põe o Busquets no meio daquela rapaziada que se junta ocasionalmente em Alvalade e duvido que ele faça melhor do que o Rinaudo.


De jpm a 26 de Janeiro de 2012 às 20:25
Nem eu estou a falar em termos absolutos. Mas já tivemos jogadores portugueses com lugar nas melhores equipas do mundo. Simplesmente não há nenhum trinco em Portugal que chegue perto do Busquets. E para tornar a coisa ainda mais restritiva, duvido que o Busquets não esteja pelo menos nos melhores 5 trincos do mundo. Vejo o Essien, o alemão (não sei escrever o nome, e um tipo tem que ter cuidado com o Luís Lavoura) e pouco mais. Quanto ao Pedro, eu já te disse, não gosto particularmente de o ver jogar mas basta ver os números do gajo para ser fácil de perceber que não é uma merda (http://en.wikipedia.org/wiki/Pedro_Rodr%C3%ADguez_Ledesma). Eu acho que para a posição dele há gajos muito melhores (o David Silva é jogador muito diferente do Pedro), a começar pelo Nani. Mas porra, uma merda, merda era o Rafa Márquez. Ou o Jeffren.


De jpm a 26 de Janeiro de 2012 às 20:26
O problema do Sporting talvez eu escreva um post sobre isso. Terá incontornavelmente de passar por aquela merda que eles estão agora a fazer com o La Féria.


De Bruno Rocha a 26 de Janeiro de 2012 às 15:41
Busquets no banco da selecção espanhola? essa é para rir Priscila... vai ver o número de jogos e minutos do Busquets no Mundial 2010, em que por acaso a vencedora foi a Espanha!
eu dou-te uma ajudinha...

http://www.zerozero.pt/equipa.php?edicao_id=1707&id=822

7 jogos, 632 mins (jogou menos meia horita q o casillas..)


De PR a 26 de Janeiro de 2012 às 16:31
Ok. Em todo o caso, o exemplo talvez não seja o melhor, porque há uma grande correlação entre o meio campo do Barcelona e de Espanha que torna esta última pouco apropriada para servir como "grupo de controlo" [Ou seja, há endogeneidade].

Grande Sêveas, obrigado*


De Pedro a 26 de Janeiro de 2012 às 19:10
"Eu, ao longo da minha vida, nunca vi uma equipa ser indiscutivelmente a melhor equipa do mundo durante tanto tempo"

Eu, ao longo da minha, já vi o Ajax, o Liverpool, o Bayern, o Real Madrid e outros, serem considerados durante mais tempo do que agora o Barça, indiscutivelmente a melhor equipa do Mundo. Mas é uma vida já longa de 45 anos. Já agora, nunca mais esqueci o Ronaldo, o gordito, no Barça. Guardo recordação de uma jogada que parecia tirada de um desenho animado. Nunca mais houve um jogador assim, nem o Messi.


De jpm a 26 de Janeiro de 2012 às 20:18
Defeito de ter menos uma vintena de anos, mais metro menos metro. E vejo futebol vai para 18 anos. Nem o Real do gordo, do figo e do zidane foi tão indiscutível como o Barça é hoje.


De jpm a 26 de Janeiro de 2012 às 10:42
Ah, e a mulher do Piqué deve ser tratada pelo nome próprio, não vá um gajo ser enxameado por feministas. Ainda o Piqué andava a pastar no Man Utd já ela andava a fazer dribles com a barriga.


De Filipe a 26 de Janeiro de 2012 às 16:35
Este Barça faz-me lembrar o grande Ajax de 94/95. Uma escola de jogadores em que encaixam uns nos outros como as peças de um relógio Suíço. Xavi e Iniesta são claramente o pêndulo da equipa, a mesma não se verifica sem estes dois. O Real Madrid tem uma grande equipa, mas a meu ver, inferior ao Barça. Acredito que o José Mourinho consiga arrecadar o campeonato, e a liga dos campeões, iremos ver.

Ps: Gosto do facelift do blog.


De Alfonso Cayetano Lumbrales Garcia a 27 de Janeiro de 2012 às 02:39
Incubado en la podidumbre senil-pedosa de FCP, Mou ha salido a conquistar el mundo. Sumando conquestas esa europa afuera.
Hasta que se encontró FCB, una non menos pedosa y autoconfiante secta que cree seren ellos los escogidos viriles de la nación.
Enfrentamiento de iguales pedosos, Mou ha dado el flanco, desvellando que su Maestro senil-pedoso no era match para la virilidad juvenil de El Pepe y sus hembras horlogeras.
Un pedo es un pedo: los hay unos más potentes que los otros, pero, para el no-aficionado, todos huelen a mierda.


De chat a 14 de Julho de 2014 às 17:30

شات مصريه (http://www.maasrya.com/)
منتدي صور مصريه (http://www.maasrya.com/vb)
منتدي صور (http://www.maasrya.com/vb)
منتديات مصريه (http://www.maasrya.com/vb)


Comentar post

autores

Bruno Vieira Amaral

Priscila Rêgo

Rui Passos Rocha

Tiago Moreira Ramalho

Vasco M. Barreto

comentários recentes
Great post, Your article shows tells me you must h...
You’ve made some really good points there.I looked...
دردشة سعودي ون (http://www.saudione.org/) سعودي و...
شات فلسطين (http://www.chat-palestine.com/) دردشة ...
http://www.chat-palestine.com/ title="شات فلس...
شات فلسطين (http://www.chat-palestine.com/) دردشة ...
كلمات اغنية مين اثر عليك (http://firstlyrics.blogs...
o que me apetecia ter escrito. mas nao o faria mel...
good luck my bro you have Agraet website
resto 5resto ya 5waga
posts mais comentados
125 comentários
114 comentários
53 comentários
arquivo

Fevereiro 2013

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

links
subscrever feeds