Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

A idade dos extremos (3)

Rui Passos Rocha, 12.08.10

Talvez os extremos se toquem. Afinal, o partido nazi era Partido Nacional-Socialista dos Trabalhadores Alemães. Dos trabalhadores, não da burguesia (Hayek diz que foi precisamente a ausência de uma burguesia, minada pelo socialismo, que propulsionou o nazismo). Aliás, Fichte e outros ideólogos importantes para o fascismo eram socialistas, assim como o foram, inicialmente, as saudações militarizadas e os movimentos infantis, mocidades se preferirem. Mussolini, Laval e Quisling também começaram do lado esquerdo. Talvez os extremos se toquem. E não é o massacre desumano planeado pelo grupo de bêbedos e sociopatas nazis que, por si só, eleva aos mesmos píncaros todo o fascismo.

2 comentários

  • Sem imagem de perfil

    RPR 13.08.2010

    Bem, não me parece que o Friedman e o Nozick possam ser considerados de direita. Quanto ao Reagan não sabia.

    Tinha a ideia de que o partido agrário norueguês era socialista. Talvez o tenha sido, não sei; hoje, pelo que leio, é social-democrata.

    Quanto ao Fichte, o Isaiah Berlin dedicou-lhe um daqueles programas da BBC e o texto daí resultante deu-me a ideia de que é um determinista, nacionalista e iliberal. Nada mais, para o situar. Mas o Hayek no Caminho para a Servidão diz que o tipo era de esquerda.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.