Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

A idade dos extremos (3)

Rui Passos Rocha, 12.08.10

Talvez os extremos se toquem. Afinal, o partido nazi era Partido Nacional-Socialista dos Trabalhadores Alemães. Dos trabalhadores, não da burguesia (Hayek diz que foi precisamente a ausência de uma burguesia, minada pelo socialismo, que propulsionou o nazismo). Aliás, Fichte e outros ideólogos importantes para o fascismo eram socialistas, assim como o foram, inicialmente, as saudações militarizadas e os movimentos infantis, mocidades se preferirem. Mussolini, Laval e Quisling também começaram do lado esquerdo. Talvez os extremos se toquem. E não é o massacre desumano planeado pelo grupo de bêbedos e sociopatas nazis que, por si só, eleva aos mesmos píncaros todo o fascismo.

3 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Miguel Madeira 13.08.2010

    "O socialismo e o fascismo, têm como base o mesmo tipo de pensamento:
    A subordinação do individuo ao colectivo,"

    Mas praticamente todas as ideologia com excepção do liberalismo têm como base esse tipo de pensamento, tal como se procurarmos bem todas as ideologia com excepção do fascismo hão de ter algo em comum, e todas as ideologias com excepção do socialismo idem, e, já agora todas as ideologias com excepção do conservadorismo, e assim por diante.

    Ou seja, é relativamente fácil algúêm que defenda uma dada ideologia "provar" que todas as outras têm um tronco comum.
  • Sem imagem de perfil

    RPR 14.08.2010

    Independentemente disso há uma distinção fundamental, entre democracia liberal e democracia iliberal. A partir desses dois troncos seguem inúmeros subtipos.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.