Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

Deliciosos Delitos

Bruno Vieira Amaral, 19.08.10

Nenhum de nós será virgem na experiência de ser convidado para um delito, tentação que, para os apreciadores do género, entre os quais me incluo, se nos oferece costumeiramente sob a forma de uma mulher que a literatura policial e poetas sem imaginação designam por fatal. Não será este o caso, até porque o convite me foi endereçado por um homem, ainda que em representação de um colectivo que inclui senhoras, senhoritas e, se posso confiar nos meus conhecimentos, um escritor. Confesso, portanto, que foi com o maior dos prazeres (exagero, é claro, como o confirma a primeira frase) que participei no delito e disponibilizo-me às autoridades para explicar os contornos da minha esporádica e deliciosa transgressão.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.