Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

A feirinha

Tiago Moreira Ramalho, 25.09.10

Ontem, de mochilinha às costas, porque há gente de bem que, dos vários pontos de vista possíveis, trabalha, e muito, fui passear, digamos que à hora certa, para o Bairro Alto. E tal, pessoas, olá, olá, tudo bem, como estás, o cabelo podia estar melhor, pobrezinha da criança, caralho para a complacência, e dei por mim a pensar no extraordinário fenómeno social, sim, porque eu sou um gajo todo virado para os fenómenos sociais, nomeadamente aqueles que são extraordinários, que se gerou em toda aquela zona. É impressionante como sem decreto ou imposição a própria ordem espontânea gerou uma segregação comercialóide absurdamente precisa. Il y a as ruas de metaleiros, de punks, de gays, de mais ou menos gays, de velhos, de miúdos, de Erasmus, de putas, de tudo. Nunca havendo misturas. É como uma feirinha de humanidade em que a pessoa de bem, alheada das várias formas de expressão da espécie, se pode informar com maior fiabilidade que na wikipédia, sobre as várias formas de ser humano. Nós, que somos essencialmente gente calorosa e tolerante, apesar de um pouco distante e avessa à diversidade, gostamos bastante.

3 comentários

Comentar post