Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

An irritable surfer

Tiago Moreira Ramalho, 03.04.10

A tese não deixa de ser interessante. Devemos muito mais à Grécia do que aquilo que a Grécia poderá eventualmente dever-nos a nós. Jeremy McCarter, num longo artigo da Newsweek mostra-nos isso à força. E, maravilha, com graça e ironia na ponta dos dedos.

O enunciado é simples: houvesse patentes e direitos de autor na Antiguidade Clássica e hoje o povo grego navegava num luxo próximo, quem sabe, dos da Roma decadente. Eram, inclusivamente, meninos para substituir, no trono do Olímpo, Zeus por Dionísio, cujo nome romano, Baco, é muito mais conhecido, a fim de poderem beneficiar de todas as maravilhas que a vida tem - geralmente consideradas «vícios», mas isso é outra conversa.

Independentemente da graça do artigo, que a determinada altura mima o sr. Pitt, um grande actor, com um «he was more like an irritable surfer», a propósito do seu papel de Aquiles, é óbvio que, no artigo, o sr. Jeremy, tu cá, tu lá, esquece as outras coisas menos agradáveis que os gregos nos deixaram (não, não foram assim tão poucas); mas, enfim, vale o esforço e vale o texto. Do jeito que anda a «comunidade internacional», feita de plasticina que cita Pessoa, cá, e outros, quem sabe, lá, ainda somos capazes de ver um daqueles «perdões» à parteira da nossa civilização que, entretanto, se atirou à má vida e se cobriu de maleitas.