Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

Umas vezes m’espanto

Tiago Moreira Ramalho, 07.12.10

Vamos devagar, que o meu querido miolo não consegue apanhar cambalhotas estas. O João Galamba começa este texto com uma pergunta que a nós nos pareceu encerrar a boa velha ironia: «Então não é que aquela famosa obsessão com as estatísticas e o facilitismo, que, como toda a gente sabe, foram as marcas do consulado da ex-ministra da educação, estão, misteriosamente, a dar os seus frutos?». Olhando para isto, o leitor seguramente pensa: ah!, vem aí uma novidade boa que mostra que a senhora não andou a facilitar nada e não quis saber de estatísticas nenhumas. Pois, mas o que sucede é que o João Galamba trata de cuspir um estudo da OCDE que atesta, precisamente, que as notas dos alunos portugueses aumentaram substancialmente e que, em termos estatísticos, ficámos à frente de outros países. O dito estudo aponta como possíveis causas a «avaliação dos professores» e um «controlo sério da qualidade do ensino», porque «não se pode melhorar o que não se conhece». Bem, o João Galamba sabe de mais para achar realmente que a avaliação de professores já estaria a dar frutos agora – caramba, João, estudamos Economia, homem. Quanto ao «controlo sério da qualidade do ensino», não sabemos do que se trata. Sobre conhecer bem o que se pretende melhorar, apenas acrescentamos que também convém conhecer bem o que se pretende analisar. É que, foda-se, só podem estar a gozar comigo.

23 comentários

Comentar post