Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

Balança

Bruno Vieira Amaral, 24.12.10

Entre os meus livros de 2010, que eu também tenho direito a fazer a minha lista, habituado que estou a fazer listas de compras, destaco três: A Amante Holandesa, de J. Rentes de Carvalho, Zeitoun, de Dave Eggers e Clarice Lispector – Uma Vida, de Benjamin Moser.

 

Outros livros muito bons que suavizaram o dever de os ler: Silêncio (Shusaku Endo), A Cor do Hibisco (Chimamanda Ngozi Adichie), Peregrinação de Enmanuel Jhesus (Pedro Rosa Mendes), O Fio da Navalha (W. Somerset Maugham), Verão (J.M. Coetzee), Inverness (Ana Teresa Pereira), Unha com Carne (Elmore Leonard), Pecados e Seduções (John Updike), O Sonho do Celta (Mario Vargas Llosa), O Cairo Novo (Naguib Mahfouz), A Beleza e a Tristeza (Yasunary Kawabata), Papéis Inesperados (Julio Cortázar), Milagrário Pessoal (José Eduardo Agualusa), Parrot e Olivier na América (Peter Carey), Vício Intrínseco (Thomas Pynchon), A Literatura Nazi nas Américas (Roberto Bolaño), Uma Gata, Um Homem e Duas Mulheres (Junichiro Tanizaki). Para o ano há mais.

1 comentário

Comentar post