Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

Baldas

Rui Passos Rocha, 07.02.11

Eu digo-vos o que para mim seria óptimo: o PSD ter um discurso sensato, paternalista até, que contrastasse com a gritaria do PS; e o PSD coligar-se desde já com o - novinho em folha - PAN-Partido pelos Animais e pela Natureza, que daria ao país o próximo ministro do Ambiente. Mas a realidade é outra: o PS grita que o PSD não pode vencer as eleições porque delapidará o nosso virtuoso Estado Social; e o PSD responde com tretas vagas, indiciando que é mesmo isso que vai fazer mas fazendo-o como se fosse errado. Feliz ou infelizmente, o PSD é um partido português, logo centralista, estatista e mais um ou outro ista que não se m'alembra agora. Por exemplo há dias, quando Sócrates anunciou que o PS não despedirá ninguém da função pública (ó votos, votinhos, venham até mim), a reacção do PSD deveria ter sido que qualquer serviço, privado ou público, será apenas prorrogável se não der prejuízo, à empresa ou ao Estado. Assim Passos Coelho demarcar-se-ia do despesismo do PS - e do PSD também, atenção - e faria saber que o seu PSD não aceitará baldas.