Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

Uma Europa novecentista

Tiago Moreira Ramalho, 23.04.11

Em fins de Abril podemos ter tensões graves no Parque Eduardo VII. O mapa da Feira do Livro assemelha-se cada vez mais ao de uma Europa novecentista, de impérios e pequenos estados, vivendo com armas até aos dentes, temendo a sorte. Podemos assistir a uma guerra entre a Babel e a LeYa pelo domínio da Assírio e Alvim, ou a uma investida por parte da Porto Editora para arrancar os territórios fronteiriços da LeYa como a Caminho ou a Asa. E nada nos garante que a ala superior esquerda, polvilhada por pequenas editoras com impulsos imperialistas – falamos de uma Relógio de Água, de uma Edições de 70, de uma Assírio e Alvim – não possa até unificar-se e criar novo império. Felizmente, o senhor Teixeira Pinto, da APEL e da Babel, coisa que sempre me pareceu confusa, mas não vamos por aí, lembrou-se de criar zonas verdes com concertos e manifestações artísticas similares, não vá o conflito estabelecer-se e a livre circulação tornar-se pouco livre e pouco circulatória. Daqui a uns anos, olharemos para trás, e provavelmente choraremos as páginas derramadas na Feira da Era dos Impérios.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.