Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

A tarefa impossível dos superministérios

Priscila Rêgo, 26.06.11

A ideia de fundir várias pastas em dois superministérios é um erro grosseiro da equipa de Passos Coelho. Veja-se o exemplo da Economia. Até aqui, o Ministério da Economia tinha, por si só, a incumbência de gerir as linhas de crédito às PME, decidir que microempresas devem receber ou deixar de receber subsídios, coordenar a aposta nas energias renováveis, orientar os recursos nacionais para o cluster do mar, safar postos de trabalho, fazer "diplomacia económica" com a Venezuela e Angola, gerir os apoios à moratória no pagamento do empréstimo bancário para particulares, assegurar as condições de competitividade da economia portuguesa, tratar dos fundos do QREN e uma mão cheia de outras funções absolutamente essenciais a uma economia de mercado. O superministro Álvaro Santos Pereira não vai conseguir fazer tudo isto e ainda ser o ministro das Obras Públicas, Transportes e Telecomunicações. Vai ter de deixar coisas essenciais de lado. Isto é inaceitável.

4 comentários

Comentar post