Quarta-feira, 19 de Outubro de 2011
Priscila Rêgo

Cortar desperdícios não é difícil. Qualquer pessoa é capaz, de um mês para o outro, de reduzir acentuadamente as suas despesas. Não é complicado: sabemos em que é que gastamos e a utilidade daquilo a que atribuimos valor; a partir daí, basta comparamos alternativas, ponderar com cautela e abdicar daquilo que tem um valor marginal mais reduzido. Dado o grau de conhecimento que temos da situação, podemos fazer um plano tão rigoroso quanto minucioso: menos iogurtes por dia, apagar as luzes ao sair do quarto, apressar os banhos, férias económicas ou moderar as idas ao cinema. Depende do que que queremos e do que estamos dispostos a abdicar. Mas ninguém nos conhece melhor que nós próprios para fazer essa escolha. 

 

Este modelo é irreplicável no Estado. Quem tem informação para actuar a este nível (directores de serviços) não tem os incentivos nem os poderes para o fazer; e quem tem interesse e capacidades (ministro das Finanças) não tem a informação disponível. É impossível saber, a partir de Lisboa, quais são as despesas supérfluas e os funcionários excedentários em cada serviço público. O top down é a única política disponível. Mas o top down não funciona para subtilezas: é desbravar caminho para fazer uma estrada usando uma bomba atómica à distância. O

 

O corte salarial do 13º e 14º mês foi a alternativa do Governo. Sim, é injusto e de uma violência brutal, mas pode acabar por ter resultados. Não só devido ao impacto orçamental, que é gigantesco, mas sobretudo pelo que representa para a função pública. Porque aumenta as reivindicações dos competentes que se sentem prejudicados pelo comportamento dos incompetentes, e porque faz germinar, dentro da própria administração pública, exigências de diferenciação. É o bottom up a surgir às pinguinhas. Vejam, a este propósito, as propostas do Pedro Pita Barros e do João Cerejeira. Ainda vamos ver o Mário Nogueira a defender uma avaliação com consequências para a carreira.  


Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

autores

Bruno Vieira Amaral

Priscila Rêgo

Rui Passos Rocha

Tiago Moreira Ramalho

Vasco M. Barreto

comentários recentes
Great post, Your article shows tells me you must h...
You’ve made some really good points there.I looked...
دردشة سعودي ون (http://www.saudione.org/) سعودي و...
شات فلسطين (http://www.chat-palestine.com/) دردشة ...
http://www.chat-palestine.com/ title="شات فلس...
شات فلسطين (http://www.chat-palestine.com/) دردشة ...
كلمات اغنية مين اثر عليك (http://firstlyrics.blogs...
o que me apetecia ter escrito. mas nao o faria mel...
good luck my bro you have Agraet website
resto 5resto ya 5waga
posts mais comentados
125 comentários
114 comentários
53 comentários
arquivo

Fevereiro 2013

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

links
subscrever feeds