Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

Ensinamentos

Tiago Moreira Ramalho, 20.10.11

Há um capítulo do Macroeconomics dos Dornbusch, Fisher e Startz em que, discutindo a Grande Depressão, os autores defendem que o que levou à demora na recuperação nos EUA foi o facto de terem aplicado medidas de austeridade no meio da recessão (o keynesianismo, ao contrário do que é tão amplamente propalado, não foi aplicado por Roosevelt) e que no presente as economias já não passam por situações semelhantes, pois governo nenhum aplica medidas de austeridade num período recessivo. Hoje estamos a sentir nas carteiras que isto não é assim tão linear. Medidas de austeridade estão hoje a ser aplicadas por diversos governos. E o motivo é simplesmente a não existência de uma alternativa.

Há coisa de 80 anos aprendemos que o governo é fundamental para a atenuação dos ciclos económicos. Hoje estamos a rever a matéria, naquela parte menos agradável. É que se um governo quer gastar em períodos recessivos, para que os seus cidadãos possam evitar profundas recessões, então não pode gastar estupidamente em época de prosperidade. Vejamos se nos entendemos: toda a gente sabe que as medidas que hoje estão a ser aplicadas vão levar a uma recessão. O que toda a gente deveria saber é que estas medidas estão hoje a ser aplicadas porque não nos lembrámos no tempo de bonança que a tempestade poderia chegar.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.