Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

Adúlteros

Bruno Vieira Amaral, 03.11.11

Na Ler deste mês:

 

"Em meados da década de 90 do século passado, tivemos direito a uma ópera do sabão sobre as faltas conjugais do homem mais poderoso do mundo. A saga envolvia charutos amolecidos e temperados nas intimidades de uma estagiária e incursões céleres na Sala Oral. O reinado de William Jefferson Clinton ficou manchado por um vestido azul, por sua vez manchado para a eternidade por um vestígio de esperma presidencial. Monica, a estagiária, guardou com fervores de devota a relíquia numa caixa como prova da frágil constituição moral do presidente. Vítimas retroativas apresentaram-se ao mundo, emergindo do fundo dos tempos, feias como demónios, para reclamar o respetivo quinhão de ignomínia a tão duras penas conquistado. Também elas tinham sido tocadas pelo eleito e ungidas pela sua semente, ainda que não depositada no vaso recomendado pela ortodoxia. Hillary suportou a humilhação porque tinha em vista galardão mais elevado do que o de esposa traída. Concedeu-lhe o perdão público e o povo, saciada a fome de escândalo, também. Bill Clinton saiu da Casa Branca com níveis de aprovação pública superiores aos de Ronald Reagan, o que prova que é mais vantajoso saber representar do que trair a mulher."

1 comentário

Comentar post