Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

O rei é ele

Tiago Moreira Ramalho, 08.11.11

A felicidade do rei é a alegria do povo. Reconhecido pela protecção que lhes é dada contra os povos hostis, pelo trabalho que não escasseia, pela organização do pequeno feudo, ao povo nada mais agrada que ver o seu senhor contente. Até porque o mal-estar do grande regente acabará, sem dúvida, por lhe afectar as habilidades governativas e impedi-lo-á, no limite, de trazer tudo quanto de bom tem trazido. A ninguém interessa tamanho risco. Ao povo não resta, então, solução que não seja ir, chamando a si uma porção do gáudio geral, para as ruas celebrar cada vitória do homem que encarna a nação. E a nação, que é o homem, por mero formalismo institucional, assinala o feriado ou possível variante. Que não se condenem, pois, as celebrações madeirenses. Não foi o homem-nação que as decretou. Foi o povo que as pediu.

1 comentário

Comentar post