Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

Educação superior [2]

Tiago Moreira Ramalho, 14.11.11

Não me comovo particularmente, e tive oportunidade de o dizer a quem o quisesse ouvir, que quem escolhe estudos superiores apenas com base no interesse presente (o prazer de estudar) e sem olhar para o interesse futuro (a rentabilidade do curso) acabe a trabalhar naquilo a que se chama o mercado pouco qualificado e a competir com imigrantes com um centésimo do investimento em educação. A história de perseguir «sonhos» é uma falácia, um engano em que a geração dos meus pais incorreu na hora de educar a minha geração. Partiu-se do pressuposto que trabalho e lazer são uma e a mesma coisa. A partir daí, cursos que seriam estudos de tempos-livres tornaram-se majors. E a geração dos sonhos tornou-se a geração barata, auto-apelidade de «à rasca». Lamento, mas as escolhas têm consequências. Uma má decisão individual não pode constituir um dever para ninguém.

2 comentários

  • no limite, inclui as escolhas eleitorais no grupo de escolhas de que falo. isto anda tudo ligado.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.