Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

Depois de uma boa noite de sono

Rui Passos Rocha, 01.12.11

(Ainda sobre o post Patetices.) O Filipe Nunes Vicente merece um pedido de desculpa. Afinal, uma ideia patética não é propriamente o mesmo que uma pessoa pateta. Como esse é o tipo de adjectivo que estou habituado a associar à arrogância, rapidamente tresli o que escreveu e acabei por supor que estava a considerar pateta quem fosse a favor de «campanhas para prevenir a maldade».

 

E agora os argumentos: a frase que cito acima indica, assim posta isoladamente, que para o FNV todo o tipo de campanha mediática terá o mesmo efeito: nenhum. Ou seja, é «dinheiro desperdiçado» e a solução é dar mais poder à «máquina repressiva». Mas o post que ontem escreveu [1] revela uma tese diferente: afinal, não são todas as campanhas; são as campanhas que apenas mostrem o resultado da violência e não a sua origem. Sobre isso nada a dizer; concordo que campanhas que foquem as causas poderão ser mais eficazes.

 

Vejo três hipóteses: ou eu percebi mal tudo desde o início (uma vez que vi mal a coisa da patetice não seria de estranhar); ou o FNV explicou-se mal no primeiro post e bem melhor no segundo; ou decidiu entretanto mudar de opinião e agora entende que há campanhas que poderão ser muito eficazes. Inclino-me para a segunda hipótese.

3 comentários

Comentar post