Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

Entrevistas no limite - Pedro Mexia

Rui Passos Rocha, 11.05.10

 

© Expresso

 

 

Por que é que sentiu necessidade de mostrar ao mundo a dedicatória de António Lobo Antunes?
Porque António Lobo Antunes sentiu necessidade de me chamar mentiroso em público, mentindo.

 

Nos seus sonhos, a Cláudia Vieira continua a aparecer em lingerie da Triumph ou agora está gorda e traz consigo uma manada de rebentos?
Cláudia Vieira mãe de filhos continua um oásis estético na deriva lumpen da beleza televisiva portuguesa.

 

Numa sociedade de übermensch portuguesa os homens seriam todos clones do Zézé Camarinha?
Suponho que há qualquer coisa que se perdeu na tradução, porque Nietzsche falou em vontade de poder, não de foder.


Os seus leitores interessam-se mais pelo Pedro Mexia ou pelo "Pedro Mexia"? E qual dos dois tem uma vida sexual mais intensa?
Os meus leitores interessam-se pelo «Pedro Mexia» julgando erradamente que ele é o Pedro Mexia; o «Pedro Mexia» tem uma vida sexual muito mais intensa, porque o «Pedro Mexia» existe, ao contrário do Pedro Mexia, que é uma ficção.

 

Depois das crónicas e da poesia, o teatro. Tem medo do romance?
Tenho medo de escrever aquela frase entediante que assustava Valéry: «A marquesa saiu às cinco da tarde».

 

 

A Douta Ignorância

2 comentários

Comentar post