Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

Angela Merkel

Tiago Moreira Ramalho, 28.03.10

O acordo que a chanceler alemã impôs à Europa é, estranho, excelente. Perante a situação da pantanosa Grécia, Angela Merkel não se prestou a comoções mediáticas e disse o que tinha de dizer: os alemães não têm de pagar pelos erros gregos. Nem pelos gregos, nem pelos de nenhuma nação semelhante, como a nossa, a propósito. A Grécia receberá apoio apenas e só em «ultima ratio», nas suas palavras, e esse apoio não será exclusivamente europeu: um terço virá do Fundo Monetário Internacional. Alguns, como a corte francesa de Sarkozy, dizem que é sinal de fraqueza, que tudo isto mostra uma Europa incapaz de resolver os seus problemas sozinha. Eu digo que o acordo é responsável. Permite a salvação da população grega em último recurso, mas não viabiliza o parasitismo que os pequenos países gostam de usufruir. A União Europeia não foi feita para que a Alemanha andasse a amparar as quedas de países que não sabem escolher os seus governos. É bom que Portugal aprenda a lição: não vamos ter esmolinhas estrangeiras. E ainda bem, digo eu.