Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

A bolha.

Tiago Moreira Ramalho, 29.03.10

A questão dos salários dos enfermeiros é uma questão interessante para que se perceba a lógica que impera na Administração Pública. Para o Estado e para os sindicatos dos trabalhadores do Estado, todos os empregos devem ter o mesmo preço consoante os «patamares». No caso é ter um curso superior. Significa que o Estado não pode, simplesmente, pagar um preço justo mediante a oferta de emprego; tem de oferecer um salário «bom», que é o mesmo que dizer que tem de oferecer a todos os funcionários o mesmo salário que teria de oferecer ao funcionário mais caro. Esta lógica, curiosamente, tem trazido desequilíbrios enormes no mercado laboral, com, para vos dar um exemplo, um excesso tremendo de professores, principalmente quando comparamos com a realidade de há vinte anos. Os sindicatos, feitos por gente que nos escusamos a adjectivar, esforçam-se por perpetuar a situação. Vendem injecçõezinhas de utopia em troca da quotazinha mensal. O problema, que os senhores dos sindicatos preferem ignorar, que aparecer na televisão é giro, passear na baixa também e ajudar o partido é capaz de dar jeito, o problema, dizia eu, é que algum dia a bolha rebenta. E nessa altura, bem que podem arranjar papéis, cartazes e megafones, que a ressaca do «proletariado», que já não é igual ao de há cem anos, vai virar-se contra os causadores da desgraça.