Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

A Douta Ignorância

Política, Economia, Literatura, Ciência, Actualidade

A lojinha

Tiago Moreira Ramalho, 13.07.10

Imagine o leitor que andou, ao longo dos últimos quinze anos, a endividar-se para investir, por exemplo, na sua lojinha – o leitor tem, neste exercício, uma lojinha. Todo o resultado do seu trabalho foi gasto – o leitor não andou a poupar – e sempre que queria aumentar a sua lojinha, investir nela, pedia um crédito. Faltam canetas? Pagamos às prestações. As cadeiras estão estragadas? Vivam as agências de crédito rápido. Com o tempo, o endividamento do leitor estava ao nível de toda a riqueza que a sua lojinha produzia num ano. Por outras palavras, o leitor tinha de trabalhar um ano inteiro apenas para dar dinheiro aos credores sem comer uma bolachinha que fosse à conta da estafa. Os outros, claro, começaram a desconfiar da capacidade do leitor para pagar as dívidas, até porque a loja da frente fechou e a do lado está em risco de ir pelo mesmo caminho. Agora o leitor tem duas opções: uma delas é esticar a corda até partir, que é como quem diz, continuar a pedir crédito, sujeitar-se a taxas de juro cada vez mais altas e, no fim, poder ver a sua loja penhorada, ou coisa parecida. A outra é parar de se endividar imediatamente, mantendo a loja sem a aumentar, e poupar uma parte dos rendimentos, para poder amortizar as dívidas. É certo que os seus rendimentos não iriam crescer no ano seguinte (iria haver uma recessão na sua loja), mas ao menos, quando a tempestade passasse, se quisesse pedir novamente um empréstimo, recebê-lo-ia e não passava pela situação de ver a casa penhorada.

É mais ou menos isto, leitor. É mais ou menos isto. A questão é que uns preferem a primeira opção e outros preferem a segunda.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.